Mochila de equipamentos fotográficos

Olááá, pessoal! Tudo bem com vocês? Nesses últimos meses nós compramos algumas coisas para as nossas viagens e aos poucos vou contando aqui o que valeu a pena e o que não foi tão bom.
Uma dessas compras foi a mochila para equipamentos fotográficos e que foi uma super compra. Compramos o modelo Ultra-Cinch Camera Chamber da marca Lowepro.

Nós compramos antes da viagem ao Vale do Catimbau e já testamos lá.
Vou logo para o único ponto negativo que achei: só ter uma alça e não duas, como as mochilas convencionais. A dessa mochila transpassa e só. Achamos um pouco desconfortável por conta desse detalhe, mas nada demais também.

Apesar dela parecer bem grande, não cabe tanta coisa assim não, pois ela tem um compartimento para a câmera que ocupa bastante espaço, mas que é MARAVILHOSO, pois facilita demais na hora de pegar e guardar a máquina grande!

Também gostei bastante das divisórias que ela tem, tipo, um bolsinho nessa parte de cima, perfeito para guardar dinheiro ou um documento rápido. Dentro também dá para colocar acessórios das máquinas, a própria GoPro, comidinhas, etc. No bolso da lateral dá para levar uma garrafa de água, mas também dá para levar o tripé ou o sitck da GoPro.

 Comprei em uma loja aqui de Recife chamada Escambo Fotográfico e paguei mais ou menos R$400,00. Vi que eles tem site e entregam para todo o Brasil: http://www.escambofotografico.com.br/
Fica a dica! Ah, na nossa próxima viagem ela é uma das mochilas que vai com a gente, então depois faço um post contando TUDO o que vai dentro dela e das outras!
Beijos,
Gab

Lagoa azul – fomos e não gostamos!

Oiii, gente!!! Tava pensando aqui e não me lembro de ter vindo aqui contar de algum passeio ruim ou de algum lugar que fomos e não gostamos. Pois chegou esse dia! kkkk
Hoje, domingo, acordamos bem cedo, arrumamos as tralhas e lá fomos nós para a Lagoa Azul, um lugar muito perto daqui e que nós ainda não tínhamos criado vergonha na cara de ir conhecer.
É bem perto, cerca de 40 minutos. Colocando no Waze ou Google Maps você chega lá.

Apesar de relativamente perto, a estrada, chegando lá, é bem ruim, esburacada, você vê muito lixo e pobreza – infelizmente…
Para entrar, R$10,00 por pessoa e abre às 08 horas. Obs: se você for, chegue cedo para pegar lugar bom para estacionar e garantir uma mesa!
Primeira impressão: bonito, mas nada uauuuu, que demais! Não! kkkk Pode até ser que o dia (muitas nuvens no céu) não tenha colaborado mais, mas essa foi a impressão que tive.

Bom, como chegamos cedo, pegamos uma mesa bem pertinho da água. Juro, em 30 minutos já estava lotado de gente! Não deu tempo de tirar foto da Lagoa sozinha, pois o pessoal já foi direto pra água!

Uma coisa boa, você só paga o que consumir. Nós ficamos tão pouco tempo que nem deu tempo de ver o que tinha e se era bom. rs
Começou a encher de gente e aí nós resolvemos entrar logo na água com o stand up para tirarmos umas fotos e darmos uma volta mais pelo meio, onde não tinha ninguém. A gente tava entrando, o salva vidas (ponto positivo que tem lá) nos chamou e disse que para ultrapassar a cordinha tinha que estar de colete, só que tinha que pagar para alugar.
Gente, nós estamos acostumados a entrar no mar de stand up, já andamos no Rio São Francisco… ali era uma piscina grande e nós estávamos em cima da prancha, sem chance alguma de um cair e morrer afogado! Everaldo ainda foi perguntar se tinha algum termo de responsabilidade para assinarmos dizendo que iríamos sem coletes por nossa conta, mas não tinha.
O pior é que a área para banho era MINÚSCULA, cheia de gente, impossível de andar ali! Achamos absurdo ter que pagar para alugar um colete, pois iríamos passar da corda de segurança com o stand up! Aí o passeio, que já estava ruim, piorou. Tiramos umas fotos e saímos da água para ir embora.

Nessa hora (umas 09h) já tinha muito mais gente e fila de carros para entrar.

DETALHE! A gente, no stand up, não podia passar das cordas, mas viram que vários meninos estavam fora da área permitida, pulando e nadando e ninguém foi lá mandar colocar colete! Hunf!
Não gostamos mesmo e não seria um lugar que levaríamos alguém para conhecer. Infelizmente, pois é um lugar bonito e com potencial de turismo, mas que não é bem trabalho ainda. Vimos grupos de ciclistas e de motoqueiros e aí ok, legal ir lá como parada, tomar um mergulho e seguir, mas para ir com família e passar o dia: FURADA!!!
Ah, claro, para ir e fazer os esportes radicais deve ser outra coisa! Inclusive uns amigos foram e disseram que é massa ir fazer o rapel. Eu confesso que não tenho vontade nenhuma de ir de novo, nem para fazer essas outras atividades. Uma pena, né? Mas também não vou dizer que nunca mais vou para não pagar a língua depois! kkkkk
E você? Já foi? Nos conte a sua experiência! Pode ser que a gente não tenha gostado, mas que você tenha amado!
Gab