Escape Out (Recife) – IMPERDÍVEL!

E aí, gente???
Quem acompanhou nossa viagem aqui pelo blog, viu que fomos ao The Great Escape em Siem Reap e AMAMOS!!! Nos divertimos demais e eu fiquei doida para fazer outras vezes. Quando postei lá no stories (segue lá: @pernambuco_lifestyle), uma amiga minha disse que em Recife também tinha e claro, eu enlouqueci para fazer!Foi assim que eu conheci o Escape Out e ontem nós fomos lá!

Primeiro, eu pirei com a decoração do lugar. Logo de cara várias artes nas paredes, o que eu achei irado! O pessoal também é muito atencioso e gente boa (tipo, muito mesmo e aqui em Recife isso não é muito comum não! kkkkk). Eles nos explicaram como seria o jogo e a história da nossa sala (fomos com Camila e Victor e eles nunca tinham jogado).
MAS, AFINAL, O QUE É ESSE JOGO?
“Os Jogos de Fuga ou Escape Games, como também são conhecidos, tratam-se de salas temáticas onde os jogadores são desafiados a escapar em uma hora utilizando lógica, inteligência, intuição e trabalho em equipe para encontrar pistas e desvendar enigmas. É um universo completamente novo e diferenciado de entretenimento, já consolidado em diversos países e que vem se espalhando ao redor do mundo.
O Escape Out traz para Recife uma experiência completamente imersiva, prazerosa e desafiadora, capaz de envolver tanto os adolescentes quanto os adultos. “
COMO FUNCIONA O JOGO?
Você entra na sala, a porta é fechado, tem um relógio cronometrando o tempo (60 minutos) e aí você e sua equipe tem que resolver os enigmas para conseguir sair da sala.
Por enquanto, eles tem duas salas: a Cena de Crime e a Sala Ateliê. Nós fomos na sala do crime que é um nível médio. E, gente, os 4 estavam suuuuper na adrenalina do jogo! kkkkkk
SOBRE A SALA QUE JOGAMOS – CENA DE CRIME
“Um assassinato a sangue frio ocorreu em um dos quartos do hotel, e não foi encontrada nenhuma pista sobre o criminoso. Inconformada, a família da vítima contratou você e sua equipe de detetives para que o caso seja resolvido. Vocês têm uma missão secreta e perigosa pela frente, e terão que encontrar quem é o assassino antes que seja tarde demais.”

Bom, para entrar você deixa todos os pertences em um armário e fica só com a chave. Não pode entrar com celular, claro! E aí fomos para a nossa sala (adrenalina à mil!). Eu não tirei muitas fotos para não perder a graça de quem vai. Mas para vocês terem uma noção, o coração ficava acelerado o tempo todo!

Cada etapa concluída era uma comemoração! kkkk Mas não se engane, é difícil MESMO!!!!!!!! Alguns momentos ficamos empacados e olhando o tempo restante (lembrando que são 60 minutos para sair).
Finalizamos com 54:44, beeeem no limite, mas com aquela sensação de dever comprido! kkkkk Nós saímos na EUFORIA!!! Já queríamos fazer a outra sala e com certeza voltaremos para fazer porque foi uma experiência muito massa.

Ah, por enquanto são duas salas, mas eles tem planos de abrir outras em breve e para quem fizer as duas salas, depois de um tempo eles mudam o jogo!
INFORMAÇÕES:
Site para reservar a sala: https://www.escapeout.com.br/
Endereço: Rua Dom José Lopes, 700Boa Viagem, Recife / PE / CEP: 51021-370
Valores: R$59,00 por pessoa de terça a quinta / R$69,00 por pessoa de sexta a domingo e feriados.
Equipes: de 3 a 10 pessoas.
Horários: De terça à domingo das 14h às 23h
Contato: (81) 3877-5214
Instagram: @escapeout
Quero agradecer ao pessoal da Escape Out por ter nos recebido e dizer que ganharam clientes fiéis, pois iremos voltar COM CERTEZA!
Ps: para vocês terem ideia, o casal de amigos da gente passou a noite inteira sonhando com o jogo! kkkkkkkkkkkkk
Vale muito a pena!!!!

Curiosidades sobre Tailândia

A Tailândia é um país com uma cultura muito diferente da nossa, então pensei em algumas curiosidades para contar para vocês!

1º A comida tailandesa é muito apimentada. Sempre que a gente pedia um prato típico, era quase certeza vir apimentado.
2º Inclusive eu comprei um saquinho com morangos e eles estavam com pimenta (é sério!).
3º O café da manhã deles tem arroz, salada, etc. O omelete é delicioso e eu comi todos os dias! Muita gente reclamava da falta de opções no café da manhã por conta disso.
4º É difícil encontrar lixeiras nos lugares, mas você não vê muita sujeira não.
5º Em Phi Phi a gente mal via cachorro, era raro, mas gatos eram muitos!
6º As praias de Phi Phi e Krabi quase não tinham ondas (ruim para os surfistas)
7º Na maré baixa a praia fica bem mais ou menos.
8º Nas ilhas a aguá do chuveiro era salobra (péssimo para o cabelo)
9º Eles usam muito a expressão “sawasdee ka” que é tipo um cumprimento, olá, etc. A entonação é bem chatinha, tipo: sawasdee kããã (no final da viagem eu não aguentava mais escutar isso! kkkkk)
10º No banheiro não é em todo lugar que tem box, então molha tudo e você acaba tendo que trocar de roupa no quarto.
11º Eles gostam da pechincha! Você se interessa em comprar algo, eles jogam o valor lá em cima, e aí já esperam a negociação. Inclusive tinha hora que parecia que se não pechinchasse, perdia a graça pra eles!
12º Você consegue descontos de até 70%!!!!
13º Muita gente acha que na Ásia, comer insetos é algo muito comum, mas não é. Dependendo de onde você for, é mais turístico mesmo. Tanto é que eles cobram se você quiser só tirar a foto da barraquinha! E muitos asiáticos ficaram horrorizados quando o pessoal do nosso grupo experimentou os insetos! kkkk
14º No geral, as pessoas da Tailândia são muito hospitaleiras.
15º Achávamos que tuk tuk era a melhor opção (mais barata) de se locomover por lá, mas pelo menos em Chiang Mai, Uber foi melhor e mais seguro. rs
16º Em vários lugares tivemos que tirar o chinelo para entrar (mesmo sem que nos pedissem).
17º Nos lugares que visitamos e que foram atingidos pelo tsunami, se ninguém disser que aconteceu uma tragédia ali, não tem como saber, porque eles reconstruiram tudo (tirando uns lugares que eles deixaram os destroços propositalmente).
18º As massagens são realmente muito boas e baratas!
Bom, gente! Essas foram as curiosidades que lembrei. Se alguém tiver alguma dúvida ou se já foi e lembrou de mais alguma, deixa aí nos comentários que vamos adorar!!
Beijos

EASYSIM4U – passo a passo para comprar

Bom, a gente sempre comprava um chip quando chegava ao país, mas dessa vez optei por comprar o EASYSIM4U, pois todo mundo estava elogiando o serviço e eu queria testar.
Eu vou contar sobre a minha experiência em outro post e comparando com a internet que Everaldo comprou lá, e nesse vou só mostrar como foi o processo de compra.
1º PASSO: Bom, o site é o http://www.easysim4u.com/

2º PASSO: A opção escolhida foi o Data Plan (verifique se o país para onde você vai está na lista de cobertura deles).

3º PASSO: Preencher todos os dados.

Fazer o pagamento. Eu paguei com o cartão de crédito.
Eles mandam e-mail com as informações sobre como proceder, mas basicamente é só colocar o chip no aparelho (eles já enviam o chip em 3 formatos para você não ter o trabalho de cortar.

 Em termos de facilidade e comodidade, foi top! Em 3 dias o chip chegou em casa.

 Outra coisa boa é que mesmo a ativação sendo até dia 25, ainda dia 26 eu consegui conectar nas conexões na China e na Espanha e internet boa mesmo!
Paguei $65,00 (dólares) para 20 dias.
Vou contar sobre a minha experiência no próximo post e se vale mais a pena comprar esse ou deixar para comprar o chip lá.
Beijos!

Bagagem de mão – voo internacional

Pensa numa pessoa que AMA fazer mala. Sim, EU AMO! Enquanto a maioria das pessoas odeia, eu acho uma terapia! Com muito tempo de antecedência eu fui montando as nossas mochilas da viagem. Foi o nosso primeiro mochilão e eu ERREI MUITO, mas APRENDI UM MONTE!
Bom, nesse post vou falar sobre as bagagens de mão (como levamos na ida, porque na volta eu tirei um monte de coisa e despachei). Cada um levou uma. A de Everaldo foi basicamente só com os equipamentos fotográficos na mochila que compramos especificamente para isso e que já até fiz post sobre ela aqui.
MOCHILA 1
2 GoPro
Máquina
Carregadores
Celulares
Baterias externas
Fones de ouvido
Tripé (não usamos!)
Acessórios
Cartões de memória

Equipamentos eletrônicos e objetos de valores LEVE SEMPRE NA MÃO! Por questão de segurança mesmo. Essa nossa mochila é prática, mas pequena, então acabou super lotando a outra.
MOCHILA 2
Itens de higiene pessoal
Manta
Cachecol (o medo do frio era grande, esse item poderia ter ficado)
Computador
Pasta com documentação da viagem
Muda de roupa para os dois
Minha necessaire de maquiagem
Alguns remédios
Chicletes
Óculos de grau e de sol
Bloco de anotação e caneta
Chips da EASYSIM4U
Uno (para jogar durante as esperas! kkkk)

Daí só tiramos os livros, o resto todo foi. Ainda levamos, cada um, a sua almofada de pescoço.
Bom, eu pensei muuuito no que levar para a mochila não ficar muito pesada, mas infelizmente, meu computador pesa e isso foi bem incomodo, mas levei só o ESSENCIAL MESMO! Como eu ia trabalhar da viagem e como a gente tira muitas fotos, eu tinha que levá-lo. Se você puder deixar em casa, melhor. Leve pen drive e cartões de memória.
Nossa viagem de ida durou 31 horas, então tinha que estar preparada. Eu sou muito friorenta, então comprei uma mata e me salvou em alguns momentos, como na parada na China que estava um gelo só. Outra coisa, como corria o risco de mala extraviada, levei uma muda de roupa para cada e que seria a primeira roupa que usaríamos lá. Sem contar imprevistos de perder voo e ficar sem mala e sem roupa para trocar.

NECESSAIRE DE MAKE ESSENCIAL
Minha necessaire de make foi comigo e só levei o essencial (não vivo sem make, então preferi garantir e também para dar uma ajeitadinha na cara sempre que possível! kkkkk). Não adianta levar muita coisa porque lá é muito quente e em praia é mais relax mesmo.
Corretivo
Base
Bronzer (que já dava para usar como sombra marrom)
Blush
Batom nude
Lápis para sobrancelhas e para olhos
Rímel
Lembre-se que na bagagem de mão o limite permitido é de embalagens com até 100ml.

ITENS DE HIGIENE PESSOAL
Foi muito necessário e juro, usamos praticamente TUDO que levamos. Como falei, foram 31 horas de viagem, sem parada para tomar banho, então levamos alguns itens para tomar um “banho de gato” durante as escalas e foi uma salvação!
Álcool em gel
Lenços umedecidos
Lenços de papel
Desodorante
Escova e pasta de dente
Enxaguante bucal
Absorventes carefree
Mini perfume
Band Dai (para o caso do pé machucar)
Obs: TUDO EM TAMANHO QUE NÃO PASSASSE DE 100ML (pois mais do que isso eles jogam no lixo!).

Sempre que a gente fazia uma escala, íamos no banheiro e fazíamos uma rotina de higiene. Lenço umedecido para as partes íntimas. Absorvente diário já que não dava pra trocar de calcinha. Escovava dente, passava desodorante, perfuminho e já dava uma sensação de limpeza! Não é como tomar um banho, mas quebrava um super galho.
REMÉDIOS
Não precisamos provar nenhuma medicação com receitas médicas (inclusive nem levamos). A maioria dos remédios foram nas mochilas despachadas, mas levamos alguns que julgamos MAIS IMPORTANTES na bagagem de mão por precaução.
Remédio para enjoo
Para dor
Anti-alérgico
Para dor de barriga
Não tivemos nenhum problema com nada que foi na bagagem de mão. Só era chato toda vez que passava em raio x ter que tirar algumas coisas de dentro (tipo, computador, carregador, etc), mas no mais foi tranquilo.
A única coisa que não foi necessário foi o cachecol, porque levei uma manta, nos voos o ar condicionado era ok e eles disponibilizam manta e travesseiro também. A manta eu fiquei super na dúvida, mas me salvou em vários momentos, como na dormida no aeroporto, no trem…
Na volta eu não levei a muda de roupa, nem o cachecol, nem remédios, nem pasta de documento e metade dos itens de higiene pessoal já estava acabando. Em compensação levei algumas lembranças que compramos lá e que teríamos um troço se não chegassem (como os nossos ímãs, por exemplos).
Bom, acho que em termos de bagagem de mão eu não errei muito não. Infelizmente pesou muito ter levado o computador e o carregador dele, mas eu tinha que levar. A mochila ficava pesada e isso foi ruim. Mas ganhei uma de rodinhas própria para levar laptop e tenho certeza que vai ser uma maravilha levar assim na próxima viagem!
Agora, me contem o que vocês não levariam e o que vocês NUNCA esquecem de levar na mão.
Beijos

Nosso roteiro (Tailândia e Camboja)

Finalizando as últimas postagens sobre a viagem à Tailândia e ao Camboja, vou colocar o nosso roteiro de viagem e qual a minha sugestão!

Fizemos: Bangkok -> Ayutthaya -> Chiang Mai -> Siem Reap (Camboja) -> Phi Phi -> Krabi
Bangkok – Ayutthaya (de táxi, mas tem opção de ir de ônibus e pagar menos e também day tour)
Ayutthaya – Chiang Mai (trem noturno)
Chiang Mai – Bangkok – Siem Reap (avião)
Siem Reap – Bangkok – Krabi (avião)
Krabi – Phi Phi – Krabi (ferry boat e speedboat)
Krabi – Bangkok (avião)
Nosso roteiro em detalhes (24 dias de viagem):

O que eu achei: primeiro de tudo, a ida São Paulo – Bangkok é muito longa e cansativa. Foram 31 horas de viagem. Meu conselho é ficar na Europa pelo menos 1 dia para descansar antes de seguir viagem (mesmo que você diminua o tempo lá).
Bangkok em 1 dia e meio foi suficiente. Ayutthaya eu tiraria (os templos são muito legais, mas fica bem cansativo, ainda mais porque a cidade é um forno).
Chiang Mai foi IRADO! Ficamos 3 dias inteiros, mas eu acho que 4 ficaria melhor.
Eu cortaria o Camboja dessa viagem. Sim, teria deixado para fazer em outro momento, com outros países. Por quê? Primeiro, é um gasto grande, lá é tudo em dólar, os passeios não são tão baratos e aí acabamos não aproveitando como queríamos. Dois, ficou mega cansativo.
Phi Phi: o Maya Bay Sleep Aboard SÓ se você estiver com TEMPO! E dinheiro. Senão, tira também. 4 dias em Phi Phi foi suficiente.
Krabi em 4 dias também foi suficiente.

MINHA SUGESTÃO DE ROTEIRO:
São Paulo – Alemanha (ou outro país da Europa). Fique pelo menos 1 dia OU então tente pegar um voo por Dubai que é mais direto.
Bangkok 2 dias.
Pegue o trem noturno até Chiang Mai, fique lá 4 dias.
Pegue o trem noturno voltando para Bangkok.
Aí faça Phi Phi em 4 dias.
Krabi em 4 dias.
1 dia em Bangkok e pegue o voo da volta.
Total de dias:
18 dias de viagem mais ou menos
A Tailândia é muito incrível e que você curte muito a parte dos templos, dos elefantes e as praias, então sugiro uma viagem só para conhecer esse país. Vale a pena!
Beijos!

Krabi (Tailândia) – 3º dia

Nosso terceiro e último dia de passeio em Krabi. Também aproveitamos para fazer outro tour e dessa vez fomos 4 pessoas: eu, Everaldo, Natália e nossa amiga Kel! Esse foi o dia do pedido de casamento, então nós tivemos que convence-la a ir com a gente (o tour era o dia inteiro), enquanto o boy Laerte ficava descansando e de olho em todos os detalhes do pedido! kkkkkk
O tour de hoje foi por Hong Island. Saímos de Railay Beach umas 09 da manhã e voltamos no fim do dia (geralmente esses passeios voltam às 15h, mas enrolamos ao máximo, pois nossa intenção era chegar o mais tarde possível para não correr o risco de ir para o hotel e estarem montando o pedido! kkkkk

Primeira parada na Hong Lagoon. Lugar liiiiindo demais e que nem a Cannon conseguiu captar nas imagens o verde desse lugar. Simplesmente lindo! Ficamos pouco tempo nesse lugar, porque apesar de lindo, é só para tirar foto, porque como vocês podem ver, a água estava nas canelas, então não tinha nem como mergulhar.

As outras paradas em Hong Island foram ainda mais lindas. Um azul mais escuro e degradê.

Uma das praias mais linda da viagem! E, por isso, lotada! Essa tem um pouco mais de estrutura, tem até banheiro. Nessa praia nós vimos carcaças de barcos levados pelo tsunami. É de arrepiar. Um lugar tão paradisíaco e que também tenha sido atingido.

A diferença da praia sem ninguém! kkkkk Gente, existe esse paraíso??? Fico chocada só de lembrar que estive aí!

Para enrolar ainda mais, pedimos para nos deixar na Phranang para assistir ao pôr do sol e combinamos com Laerte dele nos encontrar lá.

Surreal, hein?????
Bom, voltamos no horário combinado do jantar. Laerte falou que estava morrendo de fome e aí falamos que iríamos jantar logo então, para a Kel não querer ir pro quarto (o quarto também estava com decoração especial e se ela fosse pra lá iria desconfiar). Bom, aí fomos andando e filmando e confesso que fui com frio na barriga. Chegando lá, já estava tudo pronto, lindo e esperando o casalzinho!
A continuação está no post sobre o pedido de casamento aqui!!!!
Nosso último dia em Krabi, o dia seguinte no caso, nós tiramos para ajeitar as malas, descansar e comprar as lembranças, mas como contei no primeiro post, não recomendo deixar para comprar em Krabi porque tem pouca opção.
E fiquem de olho que ainda tem vários posts informativos sobre a viagem!!!
Beijos

Krabi (Tailândia) – 2º dia

O segundo dia em Krabi foi SURREAL!!!! Fizemos um tour com paisagens de deixar o queixo caído! Nesse dia fomos só eu, Everaldo e minha cunhada, pois nosso amigo Laerte adoeceu e a namorada Kel ficou tomando conta dele. Negociamos o valor (que eu não me lembro, mas que vi nos outros blogs e fica uma média de R$100,00 – R$120,00 por pessoa e duração de 6 horas em speedboat).
ROTEIRO DO TOUR: Chicken Island, Poda Island, Tup Island e Sii Island (conta como 1) e Pranang Beach.

Primeira parada: Chicken Island. Na verdade, nós nem paramos. Dizem que por ali tem vários pontos de mergulho, mas acabamos só passando por lá mesmo e seguindo viagem.

Depois foi a vez de Tup Island e Sii Island. Quem vê as fotos imagina que estava deserto, né? Mas nãooooo, pelo contrário! Só que nós preferimos ficar mais afastados da multidão para poder tirar as fotos.

Bem no cantinho da esquerda dá para ver a faixa de areia que liga as ilhas e é possível atravessar, mas nós curtimos tanto esse lugar, que ficamos por lá batendo as nossas fotos e curtindo a praia.

Fotos com a GoPro:

A Poda Island é uma das favoritas de quem vai e não é à toa! Gente, é ou não é o paraíso?

Voltando!

Até poderíamos ter voltado e parado em Phranang, mas como conhecemos no primeiro dia e dava para ir à pé do nosso resort, preferimos voltar direto. E aí Everaldo quis alugar um caiaque duplo para passearmos.

Passamos uma hora andando de caiaque e como a maré de lá é bem tranquila, não cansa muito. Ali por perto tem várias formações rochosas que dá para ir com a caiaque e rendem fotos legais.
Tem caiaque para alugar na própria praia de Railay Beach.

Krabi (Tailândia) – 1º dia

Meu maior medo quando saímos de Phi Phi para Krabi era que não fosse tão bonito quanto o primeiro e nem tivesse tantos passeios legais, que engano!
Bom, pegamos o ferry boat em Phi Phi até o píer Ao Nam Mao, aí pegamos um carro até determinado ponto e de lá o barquinho até Krabi.

Chegamos pela parte leste e nosso hotel ficava do lado oposto (desespero por conta das mochilas), mas foi uma caminhada de 5 minutos para atravessar e chegar ao nosso hotel.

Nós ficamos hospedados na parte oeste de Krabi e super recomendo (o lado oposto não era tão bonito, mas tinha resorts irados também). Lá você encontra algumas lojinhas e restaurantes, mas NADA COMPARADO À PHI PHI, muito mais simples e com menos opção. Inclusive foi um erro deixar para comprar as lembrancinhas no final da viagem, porque lá não tinha muita variedade.

Logo de cara, eu ameiiiii o resort que ficamos hospedados e por mim já teria valido a pena ficar lá os últimos dias.
Veja o post sobre o SAND SEA RESORT AQUI!

Bom, o primeiro dia em Krabi não deu para fazer muita coisa, pois chegamos de Phi Phi, demos entrada no hotel, enfim, então fomos passear pelas redondezas. Fomos até Phranang Cave Beach (uma caminhada de 5 minutos do resort (sim, é tudo muito pertinho).
Logo de cara: MACACOS! Siiim, a gente procurou tanto lá em Phi Phi e em Krabi tinham vários! kkkkk Mas fica o meu alerta: CUIDADO! Evite chegar muito perto e evite levar comida, porque eles pulam MESMO nas pessoas para pegar. Inclusive um pulou em uma turista e pegou o coco da mão dela, subiu em um telhado e quando largou o coco, quase caiu na cabeça de outra pessoa! E um outro mostrou os dentes pra Everaldo porque ele fechou a tela do lixo que tinha lá perto!

Sobre a Princess Cave: os locais, navegadores e pescadores acreditam e tem fé que a princesa de Phranang Cave irá protege-los e preservar a subsistência e seus desejos. É comum ver vários presentes ofertados, como flores e incensos, mas também órgãos sexuais masculinos feitos de madeira (eles acreditam que oferecer esse tipo de presente irá favorecer a fertilidade e prosperidade para toda a Terra e humanidade).

Brasileiro tem maturidade pra esse tipo de coisa? Não tem, né? Mas gente, respeitem! É da cultura deles e precisa ser respeitada.
Bom, a praia de lá é simplesmente perfeita para banho. Nada de ondas e água morninha!

E o pôr do sol??? Surreal de lindo!

E esse foi nosso primeiro dia!!!!

Sand Sea Resort – Krabi (Tailândia)

A viagem não poderia ter terminado melhor!
Nosso último destino foi Krabi e escolhemos ficar no Sand Sea Resort e com certeza foi a melhor opção! Ficamos encantados com o resort e recomendo de olhos fechados. Foi a melhor hospedagem da viagem.

Bom, o Sand Sea fica localizado na Railay Beach, em Krabi. A praia na frente do hotel é muito linda e perfeita para banho! A área do hotel também é muito maravilhosa. Olha só a piscina e a estrada do quarto.

Fiquei APAIXONADA pelo nosso quarto! Ficamos no quarto para 3 pessoas. Enorme, bem decorado, muito limpo, bem estruturado com cafeteira, frigobar, muitas amenidades no banheiro. Até roupão e chinelo tinha disponível! A banheira com vista para o quarto também era uma delícia! Lá também tinham cortesias como água, refrigerante e até suco de tomate! rs E batatinha!!!

E, para melhorar ainda mais, a comida do restaurante de lá é muito boa! Adorei o café da manhã e passei uns 4 dias comendo esse macarrão com molho de tomate (quem aguentava mais ver pizza e sanduíche pela frente? kkkk)

Lá também tem o spa, que era mais caro do que os outros que vimos, mas que com certeza tem uma estrutura melhor. Em todo caso nós acabamos não fazendo nada não.
INFORMAÇÕES
Valor: R$1.040,00 (4 diárias para 3 pessoas)
Thai Massage 30 minutos: R$40,00

Phi Phi Island – 4º dia (tour 2)

Bom, e no nosso último dia em Phi Phi, resolvemos fazer mais um tour, só que menos tempo e ir para alguns lugares que a gente tinha ido e gostado.

Pedimos para voltar à Monkey Beach para tentarmos ver os macacos. Chegamos e estava cheio de turistas, mas de macacos também. Ao contrário dos elefantes que dava a maior vontade de chegar perto e fazer carinho, os macacos davam um pouco de medo! kkkkkkkk
ATENÇÃO!
Tem vários avisos de não alimentar os macacos. Nós não levamos nada, mas muitos turistas estavam dando bananas, frutas…

E esse danadinho que subiu nos ombros de Everaldo? kkkkk Não façam isso, gente. Pode ser perigoso e sem contar que eles tem o costume de roubar as coisas!

De lá ainda demos algumas voltas e as paisagens continuavam incríveis. E aquela paradinha para mergulho!

Demais, né?
Esses tours valem muito a pena! Pegamos dias incríveis em Phi Phi, mas nesse último dia, o tempo estava meio nublado e para voltar o barquinho balançou muito.
E assim, foram nossos dias em Phi Phi! No outro dia fomos para nossa última para na Tailândia: Krabi!
Beijos